Pages

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A chave

Lúcia (As crônicas de Nárnia)


Minha vida não é um livro aberto, mas sim um diário com cadeado, que só tem a chave quem é verdadeiramente especial pra mim.

Não se trata de ser duas caras ou algo assim, mas sim de não se revelar tão fácil e saber quem merece te conhecer de verdade e quem não merece ler nem a primeira página do seu diário.

Afinal, já me decepcionei tanto por não saber quem é quem, porque as pessoas tem que saber quem sou eu?!

Uma coisa garanto, quem conhece o "mundo da Patrícia" não se decepciona.

Não sou Nárnia, mas meu mundo é bem interessante. =p

#auto-estima?

rsrsrs

Beejo

E olha a sexta-feira aí gente! ^^

4 COMENTA VAI?! ;):

Patrícia Ballare disse...

Chave suada essa sua hein rsrsrs
Mas valeu a pena!
Te amo tanto!
=**

Esther cyrraia disse...

hum! que bom que vc está feliz apesar das decepções... é preciso aprender com elas e melhorar a partir delas! sempre...

seguindo e desejando sucesso!

Patrícia Ballare disse...

Sim, as decepções passaram e serviram de aprendizado, hoje é um novo tempo! =D
Brigada

Well Souza disse...

Verdade, privacidade não faz mal a ninguém!! Mas, claro, sem abrir mão da personalidade!

Bjus

blog
Site Comunidade Literária Benfazeja

Postar um comentário

-Obrigada por sua opinião! ;)
Bjuxxx
=*
Patty